homem1

Sala de Estudos Profissionais - Estudantes

Neurose sintomas são semelhantes ao estresse, mas não uma perda radical de contato com a realidade.

Ao contrário da neurose, a psicose é um distúrbio mental grave, no qual pensamentos e emoções são tão prejudicados que o contato é perdido com a realidade externa. Os sintomas desta doença mental são tipicamente caracterizados por mudanças radicais na personalidade, funcionamento prejudicado e um senso distorcido ou inexistente da realidade objetiva. A pessoa que sofre desta doença pode então encontrar alucinações ou delírios.

O que é psicose?

A psicose é um estado mental patológico de perda de conexão com a realidade que pode levar a alucinações, alterações de personalidade, desordem de pensamento, delírios, dificuldades sociais e problemas para manter atividades cotidianas. Não é reconhecida como doença, mas como sintoma de transtorno mental.

Tipos

De acordo com a Classificação Internacional de Doenças volume 10 (CID-10), atualmente utilizada no Brasil para referência de classificação de doenças, as psicoses são várias. Elas são a esquizofrenia, o transtorno de personalidade esquizotípica e os transtornos psicóticos. Cada um desses tipos pode conter subtipos.

Esquizofrenia

Esquizofrenia, no geral, é caracterizada por alterações no pensamento, na percepção, no comportamento e no humor.

Apesar de poder acontecer em outras idades, este tipo de psicose se manifesta pela primeira vez com maior frequência em adolescentes e jovens adultos na faixa dos 14 e 28 anos.

Existem diversos tipos de esquizofrenia, cada um com suas características específicas.

Transtorno de personalidade esquizotípica

O transtorno esquizotípico se mostra por anomalias do pensamento e humor semelhantes aos da esquizofrenia.

O paciente pode apresentar comportamento excêntrico, além de ideias estranhas e paranóides, mas que não evoluem completamente para um delírio. Períodos quase psicóticos e alucinações auditivas podem surgir.

Transtorno delirante persistente

Caracterizados única ou principalmente por delírios persistentes, mas sem outros sintomas que possam indicar esquizofrenia ou transtornos de humor, os transtornos delirantes não causam alucinações na maioria dos casos, mas idosos podem ter alucinações auditivas com frequência irregular.

Desde que alucinações tipicamente esquizofrênicas não dominem o quadro, o diagnóstico desses transtornos não é alterado.

Caso os delírios sejam de curta duração — em torno de duas semanas — o caso é classificado como psicose aguda e transitória.

Psicoses agudas e transitórias

Estes transtornos são caracterizados por sintomas psicóticos de curta duração e que não reincidem. Os sintomas incluem ideias delirantes, alucinações e percepções perturbadas, além de comportamento gravemente desorganizado. O tempo de duração costuma ser de, no máximo, duas semanas.

Transtorno delirante induzido

O transtorno delirante induzido é dividido por duas ou mais pessoas fortemente ligadas emocionalmente. É frequente em famílias, e apenas um das partes apresenta delírios autênticos, sendo o outro induzido a eles.

Pais podem passar delírios aos filhos que acreditam no que eles dizem. O afastamento das partes costuma ocasionar o abandono dos delírios por parte do induzido.

Transtornos esquizoafetivos

Este tipo de transtorno possui sintomas tanto de características esquizofrênicas quanto de transtornos de humor, não podendo ser classificados nem como um nem como outro. Está dentro do espectro da esquizofrenia.

Pode ser dividido em três:

Transtorno esquizoafetivo do tipo maníaco

Quando o paciente apresenta sintomas tanto de esquizofrenia quanto de mania de maneira predominante, esta é a classificação do transtorno. Sintomas de mania podem incluir euforia ou irritabilidade não condizente com a situação.

Quando leve, pode passar despercebida por parecer apenas um dia animado para a pessoa. Ela pode parecer feliz, sociável, com mais vontade de conversar, animada, com menos sono e mais energia. Ela também pode se sentir mais irritada.

Transtorno esquizoafetivo do tipo depressivo

Nesta condição, o paciente sofre com sintomas tanto de esquizofrenia quanto de episódios depressivos, ambos de maneira predominante.

Sintomas de episódios depressivos são falta de energia, desânimo, perda de interesse, falta de concentração, capacidade de experimentar prazer alterada, diminuição do apetite e da concentração apresentados em um contexto que não condiz com estes sentimentos.

Transtorno esquizoafetivo do tipo misto

Aqui, os sintomas de esquizofrenia são acompanhados tanto por episódios maníacos quanto depressivos em igual medida.

Transtornos afetivos X psicoses

Os transtornos afetivos são aqueles que afetam o humor. É o caso do transtorno afetivo bipolar. É importante ressaltar que transtornos de humor nãosão psicoses. Existem casos em que os transtornos afetivos (como também é o caso do transtorno depressivo) apresentam sintomas psicóticos, mas isso não quer dizer que eles passam a ser uma psicose.

Outros transtornos

Existem outras psicoses que não entram em nenhuma das classificações anteriores. É o caso, por exemplo, da psicose alucinatória crônica, uma condição que causa alucinações e delírios e cujos episódios podem ser espaçados por meses. Ela não se encaixa em nenhum tipo de esquizofrenia.

Causas

Pode-se dizer que existem duas causas para psicoses: genética e devido ao abuso de substâncias. Além disso, existem as chamadas psicoses secundárias, que são sintomas psicóticos causados por outras condições e não são realmente psicoses, fazendo parte de outro diagnóstico.

No geral, ou a pessoa possui psicose ou não. Um acidente, outras doenças ou traumas severos não irão criar uma psicose que não existe.

Existe, na medicina e na psicologia, a discussão sobre o que causa o desencadeamento de uma psicose latente, mas na gigantesca maioria dos casos é impossível saber. O que se sabe é que a pessoa já era propensa a desenvolver a psicose.

Entretanto, existe uma maneira de adquirir a psicose mesmo sem tê-la latente. O abuso de substâncias psicoativas é capaz de causar uma psicose legítima.

Psicose devido a abuso de substâncias

Usar drogas em grandes quantidades e de maneira frequente pode causar uma psicose. Se a pessoa já possui a condição latente, existe uma chance maior de a doença ser desencadeada. As drogas aqui listadas não estão em ordem específica e todas, em menor ou maior grau, apresentam riscos. As drogas que fazem isso são:

  • Cocaína;
  • Anfetamina;
  • Metanfetamina;
  • MDMA (ecstasy);
  • Mephedrone (MCAT);
  • Maconha;
  • LSD;
  • Cogumelos alucinógenos;
  • Ketamina;
  • Álcool.

Psicose secundária

Quando uma doença causa sintomas psicóticos como alucinações e delírios, ela não passa a ser considerada uma psicose. Estas doenças podem levar ao sintomas, mas são seu próprio diagnóstico e não entram na classificação de psicose.

Depressão grave

depressão grave pode causar sintomas psicóticos, levando a alucinações e delírios.

Anomalias anatômicas no cérebro

Uma anatomia diferenciada no cérebro pode causar diversas condições, entre elas sintomas psicóticos.

Desequilíbrio entre os neurotransmissores

Alguns neurotransmissores desequilibrados podem causar alucinações e delírios.

Desequilíbrio hormonal

Hormônios em excesso ou em falta podem causar vários problemas. O cort Tipos

De acordo com a Classificação Internacional de Doenças volume 10 (CID-10), atualmente utilizada no Brasil para referência de classificação de doenças, as psicoses são várias. Elas são a esquizofrenia, o transtorno de personalidade esquizotípica e os transtornos psicóticos. Cada um desses tipos pode conter subtipos.

Nosso Endereço

  • Rua Carlos Chagas, 635 - Jardim Esplanada  - São José dos Campos - São Paulo -  Brasil
  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • (12) 3027-4844 - Whats Consulta 98822 0007

Sua Opinião

 

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • (12) 3027-4844 - Whats Consulta 98822 0007

Leia um dos mais importantes sites da saúde mental.

Usuários Online

Temos 983 visitantes e Nenhum membro online

Configurações do Site

Cor

Escolha uma das cores abaixo:
Azul Laranja Vermelho

Corpo

Cor de fundo
Cor do texto

Cabeçalho

Cor de Fundo

Destaque 3

Cor de Fundo

Destaque 4

Cor de Fundo

Destaque 5

Cor de Fundo

Rodapé

Selecione um tipo de menu
Fontes do Google
Tamanho da fonte
Tipo da Fonte
Direção